sábado, 31 de março de 2012

CIDADANIA NA FLORESTA

Uma parceria entre varias secretarias do governo do estado está resultando em benefícios concretos para a juventude que habitam a floresta estadual, localizada na BR 364 no município de Tarauacá.

São vários ações que já começaram ser efetivadas, especialmente nas áreas do esporte e do lazer. As medidas visam oferecer a população juvenil, oportunidade de diversão condizente com as necessidades de construção de uma vida harmônica e prospera.

Nesta semana várias reuniões estão sendo realizadas em toda extensão da floresta, situada entre os rios Acuraua e liberdade. Professores, organizações comunitárias e sindicais estão participando ativamente dos debates e definições das ações que estão sendo implementadas.

Para o presidente da associação Fortaleza Acreana, Edmilson da silva, agora a população da BR está sendo reconhecida e respeitada. “agora eu posso dormir mais tranquilo, porque sei que o governo está realmente preocupado com o nosso futuro e de nossos filhos, estamos muito satisfeito com o governador Tião Viana e seus assessores que estão nos enxergando e ajudando realizar nossos sonhos”. Declarou.


SERÁ QUE EXISTE UM POLITICO IDEAL?

Por Yonara Machado

Na minha humide opinião e depois de ter ouvido um grande número de pessoas que NÃO representam a elite capitalista do nosso município, pude constatar que é muito difícil agradar o eleitorado em geral. Mas concerteza é muito fácil fazer valer direitinho a cartilha que rege a administração pública. É certo que o povo menos privilegiado quer sempre tirar vantagens antes da eleição e sabem porque, é que eles no fundo sabem que depois que o candidato ganhar eles não vão ter mais aqueles abraços, aqueles sorrisos, aqueles aperto de mão e muito menos as gratificações.

E por isso mesmo, fazem péssimas escolhas ou escolhas pré moldadas. Entendam meus caros pré,pelo fato de antes de receberem seus mandatos dados pelo povo eles traçarem uma estratégia de guerra, distribuem cargos reais e fictícios, doam empregos invisíveis e principalmente prometem mudar da água pro vinho a vida de alguém que não sabe o que é cachaça.E depois de um tempo tudo volta ao normal, o povo acostumado com as desilusões volta a vidinha de antes e a espera de sempre, ficam esperando as próximas eleições para alugar os ouvidos e tercer um teia nos olhos.

Portanto, para melhor entender esse cenário, precisamos saber porque escolhas moldadas. Simples amigos , porque para se ter um molde precisa-se se uma forma. Quem seria a forma e quem seria o molde?Concerteza a forma é cada cargo comissionado e o molde são aqueles que dele fazem uso para dizer que estão fazendo sua parte como cidadãos, mas que no fundo são os grandes corruptos dessa questão.

Enfim, deu para entender agora o porque que não existe político ideal ou honesto, porque na verdade eles não agem sozinho e mesmo que tentem ser, a tentação tá logo ali, é um tal de assina aqui, tira acolá,que é quase impossível agradar. Porém o quase pode se transformar em totalmente se nós fizermos escolhas baseadas em ações e não em meras promessas.

O Destino de uma nação não está em seus governantes, mas sim no poder constitucional que temos para fazer valer a lei do nosso voto.



quinta-feira, 29 de março de 2012

A feira da banana continua dando notícias


E-mailImprimir
A banana é uma das frutas mais utilizadas na culinária acreana (Angela Peres/Secom)
A banana é uma das frutas mais utilizadas na culinária acreana (Angela Peres/Secom)A banana é uma das frutas mais utilizadas na culinária acreana. Está presente em diversos pratos, verde ou madura, podendo ser consumida in natura, cozida, frita, em doces ou ainda como aperitivo. Na capital do Estado, o preço da fruta é "salgado"; no interior os produtores têm dificuldades de mercado consumidor. Mas essa realidade está sendo transformada com a integração do Estado através da BR-364, e a partir desta semana a banana produzida em Tarauacá reforça o abastecimento na Ceasa Rio Branco.

A movimentação no porto, no centro de Tarauacá, foi intensa durante toda a última sexta-feira, 23. Embarcações de todos os portes chegavam a todo instante carregados de banana das variedades prata, maçã e comprida. Comunidades mais isoladas como a Semeada, a cerca de cinco horas descendo o Rio Muru, já têm como transportar sua produção. Em 2011 receberam do governo do Estado, por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (Proacre), um barco de quatro toneladas.

A movimentação no porto, no centro do município de Tarauacá, foi intensa durante toda a última sexta-feira, 23 (Angela Peres/Secom)
A movimentação no porto, no centro de Tarauacá, foi intensa durante toda a última sexta-feira, 23 (Angela Peres/Secom)

“Esta será, a partir de agora, uma rotina para produtores da região. Hoje é a banana, mas todo o excedente de produção tem como alternativa outros mercados consumidores, incluindo Rio Branco”, explica o secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Lourival Marques. A banana que não alcança maior preço que R$ 2 o cacho, no município, passa a ser comercializada a R$ 5.

Para incentivar a comercialização, a Seaprof organizou uma feira e reuniu 70 produtores. Gente como Maria Alves Farrapo, a "Dona Joia", da Comunidade Semeada. Ela trouxe 109 cachos de bananas para a primeira feira realizada no município, que contou com a presença do governador Tião Viana, do secretário de Agricultura e Pecuária (Seap), Mauro Ribeiro, prefeito do Bujari, Edvaldo Teles, “o Padeiro”, do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado Élson Santiago, do deputado Geraldo Pereira e do deputado Walter Prado.

Todos os 400 cachos que o produtor Pedro de Araújo retirou de seu bananal foram vendidos e a renda foi de R$ 2 mil (Angela Peres/Secom)
Todos os 400 cachos que o produtor Pedro de Araújo retirou de seu bananal foram vendidos e a renda foi de R$ 2 mil (Angela Peres/Secom)

A Cooperativa Agroextrativista de Tarauacá (Caet) comprou as 30 toneladas de bananas trazidas para a Feira da Banana pelos pequenos produtores rurais de Tarauacá. O mais relevante é que o preço pago pelo cacho da fruta foi no valor de R$ 5. Além do aumento de mais 150%, os produtores têm a garantia da comercialização.

Cultivo da banana é fonte de renda de pequenos agricultores

Na colônia Volta Grande, Seringal Transual, distante duas horas de barco subindo o Rio Muru, o produtor Pedro de Araújo, 62, cuida sozinho de um bananal a perder de vista. As espécies são nativas, do grupo maçã, prata e comprida. Ele garante que tira 400 cachos da fruta por mês. Sua produção poderia ser ainda maior com alguns tratos culturais no bananal.

“Não tenho muito ânimo porque o preço que querem dar é muito baixo. A gente chega à cidade e os atravessadores querem levar tudo de graça”, reclama. Essa é a queixa comum dos produtores da região, que enfrentam dificuldade por causa da pouca renda, realidade em transformação a partir da oportunidade de ampliação do mercado. A cidade de Tarauacá não consegue absorver toda a produção, e a superoferta deixa os preços lá embaixo.

Neste primeiro ano em que a BR-364 permite trafego, inclusive no período de chuvas, a colheita de banana saiu de caminhão para Rio Branco para ser comercializada na Ceasa. Todos os 400 cachos que o produtor Pedro de Araújo retirou de seu bananal foram vendidos e a renda foi de R$ 2 mil. O momento bom é dividido com outros produtores.

O produtor agora se anima e já pensa em buscar financiamento para melhorar a produtividade do bananal (Angela Peres/Secom)
O produtor agora se anima e já pensa em buscar financiamento para melhorar a produtividade do bananal (Angela Peres/Secom)

O produtor agora se anima e já pensa em buscar financiamento para melhorar a produtividade do bananal. “O senhor pode me dar uma ajuda?”, pergunta Pedro de Araújo ao secretário Lourival Marques. A ajuda que o produtor pede é para acesso a linha de crédito que financie investimento em sua propriedade.

“O escritório da Seaprof em Tarauacá tem condições de atender os produtores facilitando o acesso ao crédito”, garante Lourival Marques. É que o governador Tião Viana autorizou este ano a contratação de técnicos, sendo nove para o município. Na colônia Volta Grande, além de banana, também são cultivados abacate e abacaxi. Agora Pedro de Araújo quer ampliar as culturas para feijão, macaxeira e milho. “Se tem para quem vender, vale a pena a gente trabalhar, não é mesmo?”, pondera o produtor.

Banana que faz crescer

A bananeira produz o ano inteiro e pode ser plantada durante a estação chuvosa. Nasce em todo tipo de solo. Cresce em áreas com muito sol e não suporta solos encharcados. Dependendo da variedade, um cacho fornece até 40 quilos.

Devido ao seu valor nutricional, é um excelente alimento. Unitariamente, contém entre 80 e 120 calorias, dependendo da variedade e tamanho. Essa fruta pode ainda auxiliar na manutenção das defesas imunológicas. A banana é também boa fonte de vitamina B6, com pelo menos 10% da dose diária de vitamina C recomendada. Além disso, fornece 2 gramas de fibra solúvel, que ajuda a diminuir o nível de colesterol no sangue.

Criatividade para tirar o sustento

Desempregada, Roneida Lima descobriu que a banana poderia ser uma saída. Hoje é sua fonte de renda e tudo começou depois de assistir a um programa na televisão. “Depois do programa fui pesquisar na internet e criei uma receita própria”, garante. Cada embalagem com 140 gramas pode chegar a R$ 20.

Roneida participou da Feira da Banana, expondo para comercialização os produtos que fabrica e que tem como matéria-prima a banana-prata verde. Depois de desidratada e triturada, Roneida adiciona farinha - uma mistura que ela afirma que, além de emagrecedora, é um excelente redutor de colesterol.


Galeria de imagens

Amigos de Vando Torquato não enxergam mais suas qualidades e liderança

Hoje o PP do ex-prefeito Vando Torquato decidiu deixa-lo sozinho. Os comentários dos neoletistas é que vando é muito arrogante e desonesto. Um dizia que a pessoa sem está perto do poder é um cachorro. Essa é a politica que nunca vai dá certo. Para eles, o que vale é se dá bem, não importa se o povo vai sofrer.
Na hora da posse do presidente do PP como o "novo" secretário de obras, uma cidadão que passava em frente ao local, gritou: "Estão empossando mais um buraco". Esse é o povo de Tarauacá, sofre mais não se entrega.

O ex-prefeito Vando Torquato deve dormir está noite imaginando tudo que aconteceu na sua curta Carreira politica. Primeiro foi a Sua vice o abandonou. Agora os que viviam todos os dias na sua cozinha também o deixaram sozinho. Essa é a amizade do poder, os amigos da onça.

Lula venceu!

Fidel Castro e Bento XVI conversam em Havana

De acordo com o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, o encontro de uns 30 minutos, desenrolado na Nunciatura Apostólica de Havana, decorreu com muita cordialidade.

Em depoimento aos jornalistas na sala de imprensa criada no Hotel Nacional Lombardi explicou que Fidel e Bento XVI conversaram sobre o atual palco mundial, bem como em torno de temas de ciência, cultura e ecologia .

Também abordaram a liturgia da Igreja e suas mudanças nas últimas décadas, acrescentou.

Segundo Lombardi, o Papa mencionou sua alegria por estar em Cuba e expressou gratidão pela acolhida, enquanto Fidel Castro interessou-se pelos labores próprios de um Sumo Pontífice

Faz 14 anos, o líder cubano recebeu ao Papa João Paulo II, no que foi então a primeira visita de um chefe de Estado do Vaticano à ilha.

Bento XVI regressará esta tarde a Roma, depois de cumprir uma intensa agenda na ilha.

Com informações da Prensa Latina


terça-feira, 27 de março de 2012

Enquanto a prefeitura vai zona rural fazer campanha, o governo trabalha

Churrascos, caravanas de barcos, estão se deslocando quase que diariamente para a zona rural. O passageiro mais ilustre dessas correrias é a prefeita Marilete que esta aproveitando o momento para conhecer os Rios, estradas, ramais e igarapés do município- e ao mesmo tempo fazendo sua campanha para a reeleição.

Enquanto a prefeitura faz gastanças sem nenhum resultado para o povo, o governo trabalha e leva esperança os produtores rurais. Ex. é o que aconteceu nesta terça feira na BR 364. Alem de entregar dois caminhões e duas caminhonetes para atender a população, ainda anunciou vários investimentos nas áreas da Produção, segurança, educação e Lazer.É bem diferente!







domingo, 25 de março de 2012

Tarauacá celebra 1ª Feira da Banana com mais de 30 toneladas da fruta para comercializar

Produtores rurais do município de Tarauacá mostram sua força na produção de bananas durante a realização da 1ª feira desta fruta que iniciou neste sábado, 24, no Mercado Municipal. São mais de 30 toneladas de banana que estão disponíveis para a comercialização, de acordo com a Seaprof (Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar).

governador Tião Viana participou da abertura do evento acompanhado pelo secretário de Produção Familiar, Lourival Marques; secretário de Agricultura e Pecuária (Seap), Mauro Ribeiro; prefeito do Bujari, Edvaldo Teles, “o Padeiro”; presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado Élson Santiago; deputado Geraldo Pereira e deputado Walter Prado.

De acordo com o secretário Lourival Marques, as 30 toneladas de banana serão comercializadas em Tarauacá e em Rio Branco. As frutas serão encaminhadas a capital via BR-364, que mesmo no período de chuvas está aberta para o tráfego de veículos. O transporte será feito em caminhões do Estado.

compromisso de integração do Acre feito pelo governador Tião Viana. Rio Branco vai receber essa banana através da Ceasa (Central de Abastecimento). Quem vai ganhar diretamente com isso são nossos produtores. A banana sai de um preço de R$ 2 o cacho para R$ 5. Um aumento de mais de 150% no valor da banana. Isso mostra a importância da BR-364 e do compromisso do governador com o município de Tarauacá”, afirma Marques.

Tião Viana disse que com muita alegria que participava da primeira feira da banana do município. Durante seu discurso revelou para a população que Tarauacá ainda deve receber outras ações de governo que visam fortalecer a cadeia produtiva na região. “A meta do governo é constituir um classe média rural pela oportunidade da mecanização, do incentivo e isso está sendo feito no Estado inteiro e, Tarauacá é um exemplo disso. Da banana ao feijão, da macaxeira ao abacaxi, à atividade da criação de peixes, à de ovelhas e até a atividade da bacia leiteira que estamos construindo”, assegurou Viana.

"A banana é um produto viável e capaz de gerar renda para nossos trabalhadores... se há mercado e preço, é preciso produzir com mais eficiência... produzir mais, em menor tempo e com maior qualidade". Com essas palavras, o representante da Seaprof em Tarauacá, Chagas Batista, resumiu esse momento importante.

Governador Tião Viana participou da abertura da 1ª Feira de Banana que iniciou neste sábado, 24, em Tarauacá (Angela Peres/Secom)


São mais de 30 toneladas de banana que estão disponíveis para a comercialização, de acordo com a Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Angela Peres/Secom)


“A meta do governo é constituir um classe média rural pela oportunidade da mecanização, do incentivo e isso está sendo feito no Estado inteiro e, Tarauacá é um exemplo disso", disse o governador Tião Viana (Angela Peres/Secom)
“A meta do governo é constituir um classe média rural pela oportunidade da mecanização, do incentivo e isso está sendo feito no Estado inteiro e, Tarauacá é um exemplo disso", disse o governador Tião Viana.
Fontes: Agencias de noticias. Blog do Acioly e Blog do João Rego

quinta-feira, 22 de março de 2012

Governador Tião Viana vem a Tarauacá prestigiar a 1ª feira da banana

O secretario de produção Lourival Marques informou hoje que o Governador Tião Viana Vem neste sábado a Tarauacá prestigiar a primeira Feira da banana. Além de prestigiar a feira, o governador vai assinar um convenio com a CAET- cooperativa agroextrativista, para instalação de uma empacotadeira e outros equipamentos para fortalecer a cadeia produtiva da farinha, uma despolpadora de frutas e um caminhão para o transporte da produção.

Técnicos do governo vieram a Tarauacá vistoriar o local para instalação da industria de farinha e de frutas

A primeira feira da Banana é uma iniciativa da gerencia da seaprof de Tarauacá, com apoio da seaprof do estado, em parceria com a SEDENS- secretaria de indústria, comercio e desenvolvimento sustentável. A feira será realizada neste sábado (24) com inicio as 7: 00 horas da manhã em frente o mercado municipal.

Hoje dia 22, já começou a chegar os primeiros produtores com boa quantidade de banana. Amanha, barcos e caminhões estão chegando à cidade com mais produção. TODOS ESTÃO CONVIDADOS a participar deste importante evento, para melhoria das condições de renda da população produtora e para o desenvolvimento do município de Tarauacá.

A comunidade indígena caxinauwá do 27, foi a primeira a chegar na cidade com a produção de banana.

terça-feira, 20 de março de 2012

PRIVATARIA TUCANA

São Paulo e Brasília – Para o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP), aCPI da Privataria Tucana se transformou, no Congresso, em moeda de troca entreparlamentares da base de apoio ao governo e oposicionistas. Setores mais conservadores da Casa têm feito “umaação pesada para postergar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)”, disse o parlamentar.

Leia também: Livro "A Privataria Tucana" será debatido em Osasco dia 21

A constatação do autor do pedido para ainstalação das investigações sobre desvios bilionários ocorridos durante o processo deprivatização das principais empresas públicas brasileiras no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) foi declarada ontem (19) ao portal Correio do Brasil.

"Agora é inexorável. A CPI já foi instalada”, afirmou Protógenes Queiroz, ao lembrar que o pedido já foi protocolado e aceito pela presidência da Câmara. “Não tem mais como voltar atrás. O que se discute são os nomes dos integrantes, mas há uma pressão muito grande, por parte de setores conservadores na Casa, na oposição e em parte do PMDB, para que os trabalhos comecem mesmo somente depois das eleições", completou.

O ex-governador paulista José Serra é o principal suspeito de coordenar um esquema de evasão de divisas, segundo o livro de Amaury Ribeiro Jr., A Privataria Tucana. Serra, porém, é o virtual candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo e trabalha contra a instalação da CPI que investigará o envolvimento dele, então ministro do Planejamento do governo FHC – pasta que coordenava as privatizações –, na apropriação de parte de parte do resultado obtido navenda das empresas. Entre as estatais passadas à iniciativa privada estão a Vale do Rio Doce e a CompanhiaSiderúrgica Nacional, além de todas as subsidiárias do Sistema Telebrás, segundo o livro-reportagem.

Segundo o Correio, um líder tucano que preferiu falar em sigilo, avalia que “a revelação destes e outros dados no plenário de uma CPI, antes das eleições municipais, seria suficiente para naufragar a campanha de Serra à prefeiturapaulistana.

"Sem dúvida, um setor do partido tem trabalhado incansavelmente para adiar a instalação da CPI da Privataria. Se os trabalhos começarem antes das eleições, a campanha de Serra corre o sério risco de ir direto 'para o vinagre'. O partido, infelizmente, está fragmentado. Embora Serra ainda tenha peso específico na legenda, o desgaste é cada vez maior", disse o político tucano.

Para tentar acelerar a instalação da CPI da Privataria, Protógenes Queiróz inicia nos próximos dias uma série demanifestações públicas no sentido de pressionar a Mesa Diretora da Câmara a definir, o quanto antes, os nomes dos integrantes da CPI.

"Vamos começar a recolher o apoio, por todo o país, dos eleitores que querem ver o Brasil passado a limpo. Em São Paulo, já na semana que vem, teremos pontos de recolhimento dessas assinaturas. O mesmo movimento se repetirá no Rio de Janeiro e nas principais capitais do país. O momento agora é de mobilização popular "afirmou Protógenes.

FONTE: REDE BRASIL

segunda-feira, 19 de março de 2012

HOJE, DONA ZEFINHA COMPLETA 89 ANOS

Hoje fui convidado para participar de um almoço do aniversário da querida amiga dona Zefinha. Há meses eu não visitava. Eu que conheço sua história, não posso pode deixar de visitar sempre. É acima de tudo, um gesto de gratidão e solidariedade a quem sempre nos deu a mão.

CONVERSA DE CACIQUE

Siã Kaxinawá foi imbuído pelo governador Tião Viana, da missão de estreitar os laços entre o governo e as comunidades indígenas do município de Jordão, trazendo ao conhecimento das equipes de governo as dificuldades e necessidades dos povos.


Jordão é um município com 31% de sua população formada por indígenas. Com pouco mais de seis mil habitantes, o município está localizado há 640 quilômetros em linha reta da capital do Estado. Siã explica que as maiores dificuldades estão relacionadas com a alimentação.

“produção é uma das áreas que precisamos de ajuda para a segurança alimentar do nosso povo. Agora nós esperamos poder ajudar mais as comunidades indígenas porque essa ponte entre os povos e o governo é necessária”, disse Siã. AGENCIAS DE NOTICIAS DO ACRE

domingo, 18 de março de 2012

Parabéns Camaradas!

Na noite deste domingo (18), O sindicato dos trabalhadores rurais reuniu amigos e familiares para comemorar o aniversário de um dos mais importantes lutadores dos direitos dos trabalhadores Rorais de Tarauacá, o camarada José Sidenir,

O Presidente da entidade sindical, Marlindo Pinheiro e a ex-presidente, Inés Barbosa, organizaram a confraternização. Um gesto de reconhecimento e companheirismo ao companheiro e camarada, Sidenir, um dos combatente das causas mais nobres do nosso povo.

O sindicato dos trabalhadores rurais é uma escola e Homens e mulheres conscientes, cada dia se firma como uma organização que se renova e constrói novas lideranças. Parabéns Sidenir, Inés e Marlindo, Vocês tem um folha de serviço prestado ao nosso município, Vocês são também parte importante das minhas minhas esperanças e sonhos.

Olha a banana...

Hoje fui ao Rio Murú conversar produtores de banana. O animo dos bananeiros é muito forte em função da mudança significativa na melhoria do preço. Segundo Pedro Fifinha,( um dos maiores produtores de banana do município) Hoje são os próprios agricultores que ditam os preços dos seus produtos. "Antes, agente levava 100 cachos de banana para a cidade se humilhava para vender por 100 reais, Hoje eu vendo 100 cachos aqui no meu bananal por 300 reais, não tenho nem o trabalho de levar pra cidade"

O Antes que Pedro se refere, é no período que a estrada não estava interligada com Rio Branco e o resto do País. Ele diz ainda, que a primeira feira de banana vai incentivar ainda mais o aumento da produção e valorização do trabalhador que produz. A primeira feira da banana será realizada no próximo sábado (24) em frente do Mercado Municipal.











sexta-feira, 16 de março de 2012

Secretaria de produção do Acre realiza Primeira Feira da Banana de Tarauacá

Com o objetivo de proporcionar aos produtores familiares da região de Tarauacá conhecimento sobre o manejo da banana e incentivar a ampliação do mercado para a fruta, a Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) realiza no dia 24 a Primeira Feira Bananade Tarauacá

A feira, que terá programação e será montada na frente do Mercado Municipal de Tarauacá, é resultado da parceria entre a Seaprof, instituições financeiras, Fetacre, Embrapa, Caet e associações de produtores.

O evento será aberto com um café da manhã com pratos a base de banana. Haverá também premiação para o produtor que apresentar o maior cacho de banana e palestras proferidas por pesquisadores da Embrapa, técnicos da Fetacre e da Ceasa .

A Embrapa estará oferecendo treinamento sobre melhorias no cultivo da banana e prevenção de pragas. Agentes financeiros também estarão oferecendo atendimento aos produtores sobre linhas de crédito. Encerrando o evento, a Seaprof, em parceria com a Cooperativa de Produtores Rurais de Tarauacá e Ceasa, estará efetuando a compra de 30 toneladas de banana.

Segundo o secretário da Seaprof, Lourival Marques, a abertura da BR-364 possibilitou a ampliação do mercado para a venda da banana do município. “A primeira Feira da Banana não somente irá proporcionar ao produtor maior conhecimento sobre o manejo na produção de banana, como também, através de um ciclo de organização, envolvendo a Seaprof, Fetacre, Embrapa, associações de produtores, cooperativas, Ceasa de Rio Branco, parceiros da produção, a abertura de mercado para o produto, por um preço justo, e isto, incentivará o plantio. Hoje Tarauacá já fornece cerca de 40 toneladas de bananas para a Ceasa de Rio Branco”, afirmou.

O secretário da Seaprof, Lourival Marques que irá abrir o evento afirma que Tarauacá tem contribuindo muito para o aumento da produção de banana no Estado, lembrando que o solo é propício para a prática dessa cultura e que o município produz todas as variedades da fruta.

Vanessa Alves (Assessoria Seaprof)