segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Escreva para o Lula



Imagem criada por; Marcio Palma
Salvador - BA

A agenda de viagens nacionais e internacionais de Lula está suspensa até o final de janeiro de 2012, para que ele se concentre no tratamento médico para curar o câncer. O tratamento iniciou nesta segunda feira (31)

O Instituto do Lula www.icidadania.org criou um email especialmente para receber a sua mensagem

Os nossos queridos leitores, amigos do Presidente Lula, que quiserem, deve enviar mensagens para Lula no e-mail saudelula@icidadania.org

sábado, 29 de outubro de 2011

Música do dia

O SEGREDO DO SUCESSO DO GOVERNO LULA: FIDELIDADE

BRASÍLIA - A fidelidade de José Alencar na relação com o ex-presidente Lula, tantas vezes exaltadas nos últimos dias, tornou-se incontestável no auge da crise do escândalo do mensalão, em agosto de 2005. Alencar foi procurado na ocasião, quando se falava na possibilidade de impeachment de Lula, por um grupo de parlamentares da base governista e também da oposição para sondá-lo sobre a eventualidade de ele assumir a Presidência da República. Ao ouvir a abordagem, Alencar, em tom firme e encerrando a conversa, disse que tentaria barrar qualquer movimento naquele sentido. Segundo participantes do encontro, afirmou:

- Entrei com o presidente Lula no governo e vou sair junto com ele. LEIA MAIS
É possível: Banho na bacia com a bacia



A criança da foto que consegue o que parece ser impossível, é a filha caçula do cacique Biraci Brasil
"PCdoB Vai enfretar o bicho de Frente"

Ennio candotti

Manifesto repudia os ataques caluniosos e sistemáticos da imprensa reacionária ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). São professores, jornalistas e artistas e intectuais, como Ennio Candotti, Astrfisíco, eleito quatro vezes presidente da SBPC- socidedade brasielira para o progresso da ciência, Chico de Assis, dramaturgo e poeta que também acaba de assinar o documento.

Mais do que participar da lista, muitos signatários, como Cézar Britto, ex-presidente federal da OAB, enviam também comentários com referência à história de luta do Partido. Britto declara: "Tenho no PCdoB uma referência de coerência na construção de um Brasil justo, igual e solidário. Aliás, não se pode escrever a história do Brasil sem anotar, nas suas páginas mais dolorosas e simultaneamente mais corajosas, a ação destemida do PCdoB em defesa do Estado Democrático de Direito. A História do PCdoB foi construida com o sangue da resistência, o suor da ousadia e as lágrimas da emoção de quem escreveu as melhores páginas de seu tempo. Registro, assim, o meu nome no manifesto em solidariedade ao PCdoB".

O manifesto está recebendo adesões através do e-mail: solidariedadepcdob@gmail.com.


Confira abaixo o texto e a listagem de nomes atualizada.

Data histórica

Pela primeira vez em 43 anos, a estrada não será fechada para tráfego no inverno. O Acre está integrado

Às seis da manhã os primeiros carros começaram a chegar em frente a Usina de Arte João Donato, em Rio Branco, ponto de concentração dos veículos que seguiriam viagem para um momento histórico. Após um café da manhã e um vídeo que lembrou algumas dificuldades ao longo desta epopeia acreana, cerca de 140 carros partiram rumo a Cruzeiro do Sul,
integrando a Caravana da União.
br_364_foto_sergio_vale_4987406510d.jpg

Ao longo do percurso, em Bujari e Sena Madureira novos veículos se integraram à caravana que faria sua primeira parada em Manoel Urbano, onde, recebido com forró cantado por um povo que não escondia a felicidade da integração, o governador Tião Viana entregou 200 equipamentos para manicures, cabeleireiras e costureiras, através da Secretaria de Pequenos Negócios. “Hoje eu sou uma nova mulher porque posso dizer que tenho uma profissão. Agora eu tenho como trabalhar pelo sustento da minha família”, disse Monciane Lima da Silva, que agradeceu em nome de todas as mulheres beneficiadas pela ação. A caravana partiu de Manoel Urbano para fazer a próxima parada próximo ao rio Jurupari, local onde encontraria integrantes vindos de Feijó, Tarauacá e Cruzeiro do Sul.
entrega_de_kits_em_manuel_urbano_foto_sergio_vale_8.jpg

“Foi lindo ver todo mundo se abraçando, se encontrando. Este momento é simbólico, ficará na nossa memória porque faz parte de um sonho de 43 anos”, disse a deputada federal Perpétua Almeida. O Jurupari foi escolhido como ponto de encontro da caravana, que seguiria mais tarde rumo a Cruzeiro do Sul, por ser simbólico. Ali se encontrava o último trecho em obras da estrada e um dos pedaços mais difíceis de construir. Os últimos 80 metros que faltavam ser imprimados – um tratamento temporário para suportar o tráfego durante o inverno, mas que deixa a obra num estágio bem avançado para ser continuada no próximo ano, foram cobertos por uma camada de asfalto por ordem do governador Tião Viana, que autorizou, simbolicamente, por volta de 13 horas, a imprimação dos últimos metros que faltavam. Estava escrita mais uma página da história da BR-364, que está trafegável de janeiro a janeiro, pela primeira vez após 43 anos de obras.
br_364_foto_sergio_vale_5d874094f.jpg

“Depois da revolução acreana, este é um dos momentos mais importantes da história do Acre, quando as duas pontas dessa estrada que integra os municípios foi unida e, pela primeira vez, após 43 anos, o inverno não vai impedir o tráfego na estrada e as pessoas vão ter a liberdade de ir e vir. Os últimos 80 metros de imprimação que faltavam integram definitivamente o Acre, dando nova oportunidade de desenvolvimento. Este é o dia em que nós unimos o Acre”, disse o governador Tião Viana, convidando todos a um movimento de valorização da história acreana. Leia mais

Manuela D'Ávila-PCdoB, lidera a corrida para prefeitura de Porto Alegre

Começa as pesquisas para as eleições municipais de 2012. A Kepeler Consultoria entrevistou 600 eleitores de Porto Alegre entre os dias 21 e 24 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos. A amostragem da pesquisa foi coletada em 73 pontos da capital gaúcha, abrangendo todas as regiões do Orçamento Participativo (OP).


Estimulada

Na pesquisa estimulada, na qual é apresentado aos entrevistados um disco com os nomes dos candidatos, a pesquisa montou seis cenários diferentes. No primeiro deles, a deputada federal Manuela D´Ávila (PCdoB) aparece com 30,2% da preferência do eleitorado de Porto Alegre, seguido pelo prefeito José Fortunati (PDT), com 28,2% dos votos.



O deputado federal Nelson Marchezan Jr (PSDB) registrou 6,5% das intenções de voto, enquanto o deputado estadual Adão Villaverde (PT) recebeu 5,7%. Também registram intenções de voto Sebastião Melo do PMDB com 3%, Paulo Borges (DEM) com 2,5%, Roberto Robaina (PSOL) com 1,7%, José Francisco Malmann (PHS) com 0,8%.

Neste cenário, disseram que votariam em branco 6,2% dos entrevistados, enquanto 9,2% dos eleitores não souberam responder. Dos consultados, 5,3% disseram que anulariam o voto e 0,8% não informaram sua preferência por algum candidato.

Cenário 2


O segundo cenário traz Manuela D´Ávila com 29,8% das intenções de voto, seguido por José Fortunati, que aparece com 26,3% das menções dos entrevistados. Em seguida, aparecem Nelson Marchezan Jr e o deputado federal Henrique Fontana (PT), com 8% e 7,7% das intenções de voto, respectivamente. Sebastião Melo aparece neste cenário com 3,2% das menções dos entrevistados, Paulo Borges com 3%, Roberto Robaina com 1,8% e José Francisco Mallmann com 1,2%. Fonte vermelho

#ForçaLula O Brasil está torcendo por você!


O ex-presidente Lula realizou exames neste sábado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após queixas de dores de garganta, e foi diagnosticado um cancer localizado de laringe. Segundo boletim médico divulgado pela instituição, após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia, que será iniciado nos próximos dias.

O boletim informa ainda que Lula está bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial. A equipe médica que assiste o ex-presidente é coordenada por Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski, Gilberto Castro e Rubens V. de Brito Neto.

Ontem, o Instituto Lula havia divulgado que o ex-presidente iria ao Hospital Sírio-Libanês apenas para prestar exames de rotina. Hoje, a assessoria do instituto confirmou que ele investigava causas das dores de garganta e que segue no hospital, mas deve deixar o local ainda neste sábado. Na quinta-feira, Lula completou 66 anos de idade.

Nota

A assessoria de imprensa do ex-presidente Lula divulgou há pouco uma nota oficial informando que Lula deu entrada ontem no hospital Sírio-Libanês para exames, após se queixar de dores na garganta. Segundo nota do hospital divulgada hoje de manhã, os exames diagnosticaram um tumor localizado na laringe. O ex-presidente receberá tratamento quimioterápico de caráter ambulatorial a partir de segunda-feira. Lula deve deixar o hospital ainda hoje, segundo a nota divulgada pelo assessor José Chrispiniano, do Instituto Lula.

Wikileaks aponta Wiliam Waack como inflitrado na TV pelo governo dos EUA

"Bill" Waack escalado para entrevistar Hillary Clinton. O Departamento de estado dos EUA apóia a TV Globo ter jornalistas com "Bill" Waack, propagadores das políticas estadunidenses.
Do Portal R7:

O repórter William Waack, da Rede Globo de Televisão, foi apontado como um infiltrado na TV para defender os interesses do departamento de estado do governo estadunidense, segundo post do blog Brasil que Vai - citando documentos sigilosos trazidos a público pelo site Wikileaks há pouco menos de dois meses.

De acordo com o texto, Waack foi indicado por membros do governo dos EUA para “sustentar posições na mídia brasileira afinadas com as grandes linhas da política externa estadunidense”.

- Por essa razão é que se sentiu à vontade de protagonizar insólitos episódios na programação que conduz, nos quais não faltaram sequer palavrões dirigidos a autoridades do governo brasileiro.

O post informa que a política externa brasileira tem “novas orientações” que “não mais se coadunam nem com os interesses estadunidense, que se preocupam com o cosmopolitismo nacional, nem com os do Estado de Israel, influente no ‘stablishment’ norte- americano”. Por isso, o Departamento de Estado dos EUA “buscou fincar estacas nos meios de comunicação especializados em política internacional do Brasil” - no que seria um caso de “infiltração da CIA [a agência estadunidense de inteligência] nas instituições do país”.

Música do dia

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

FESTA NA FLORESTA


Ontem cedo, sai da cidade e fui marcar presença no festival Yawanauwa. O tempo foi pouco para desfrutar a beleza cultural espriritual da festa. Uma recepção de boas vindas, uma conversa com o cacique Bira, uma noite de honi e ja tive que voltar. Um pouco de cansarço, mas valeu apena. imgens da vigem.







quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Queda do ministro serve de alerta

Por Altamiro Borges

O lamentável episódio da queda do ministro Orlando Silva deveria servir de alerta às forças democráticas da sociedade brasileira – que lutaram contra as torturas e assassinatos na ditadura militar e que, hoje, precisam encarar como estratégica a luta contra a ditadura midiática, em defesa da verdadeira liberdade de expressão e da efetiva ampliação da democracia no Brasil.

A mídia hegemônica hoje tem um poder tão descomunal que ela “investiga”, sempre de forma seletiva (blindando seus capachos); tortura (seviciando, inclusive, as famílias das vítimas); usa testemunhas “bandidas” (como um policial preso por corrupção, enriquecimento ilícito e suspeito de assassinato); julga (sem dar espaço aos “acusados”); condena (como nos tribunais nazistas); e fuzila!

Um pragmatismo covarde e suicida

Ninguém está imune ao poder ditatorial da mídia, controlada por sete famílias – Marinho (Globo), Macedo (Record), Saad (Band), Abravanel (SBT), Civita (Abril), Frias (Folha) e Mesquita (Estadão). Como o império Murdoch, hoje investigado por seus subornos e escutas ilegais, a mídia nativa é criminosa, mafiosa, sádica e abjeta. Ela manipula informações e deforma comportamentos.

Não dá mais para aceitar passivamente seu poder altamente concentrado, que, como disse o governador Tarso Genro – pena que não tenha agido com esta visão quando ministro da Justiça –, ruma para um “fascismo pós-moderno”. Essa ditadura amedronta e acovarda políticos sem vértebra, pauta a agenda política, difunde os dogmas do “deus-mercado” e criminaliza as lutas sociais.

Três desafios diante da ditadura midiática

Esta ditadura é cruel, sem qualquer escrúpulo ou compaixão. Ela utiliza seus jagunços bem pagos, sob o invólucro de “colunista” e “comentaristas”, para fazer o trabalho sujo. Muitos são agentes do “deus-mercado”, lucram com seus negócios rentistas; outros são adeptos da “massa cheirosa”, das elites arrogantes e burras. Eles fingem ser “neutros”, mas são adoradores da direita fascistóide.

Enquanto não se enfrentar esta ditadura midiática, não haverá avanços na democracia brasileira, na luta dos trabalhadores ou na superação das barbáries capitalistas. Neste enfrentamento, três desafios estão colocados:

1- Não ter qualquer ilusão com a mídia hegemônica; chega de babaquice e servilismo diante da chamada “grande imprensa”;

2- Investir em instrumentos próprios de comunicação. A luta de idéias não é “gasto”, é investimento estratégico;

3- Lutar pela regulação da mídia e por políticas públicas na comunicação, que coíbam o poder fascista do império midiático.

Chega de covardia diante dos fascistas midiáticos

O criminoso episódio da tentativa de invasão do apartamento do ex-ministro José Dirceu num hotel em Brasília parece que serviu de sinal de alerta ao PT. Em seu encontro nacional, o partido aprovou a urgência de um novo marco regulatório da comunicação. Um seminário está previsto para final de novembro. Já no caso da queda Orlando Silva, o clima é de total indignação e revolta.

Que estes trágicos casos sirvam para mostrar que, de fato, a luta pela democratização da comunicação é uma questão estratégica. Não dá mais para se acovardar diante da ditadura da mídia. O governo Dilma precisa ficar esperto. Hoje são ministros depostos; amanhã será o sangramento e a derrota da própria presidenta e do seu projeto, moderado, de mudanças no Brasil.

Superar a choradeira e a defensiva

A esquerda política e social precisa rapidamente definir um plano de ação unitário de enfrentamento à ditadura midiática. As centrais sindicais e os movimentos populares, tão criminalizados em suas lutas, precisam sair da defensiva e da choradeira. Os partidos progressistas também precisam superar seu pragmatismo acovardado. A conjuntura exige respostas altivas e corajosas!

É urgente pressionar o governo Dilma Rousseff, pautado e refém da mídia, a mudar de atitude. Do contrário, não sobrará que defenda a continuidade deste projeto, moderado, de mudanças no Brasil. A direita retornará ao poder, alavancada pela mídia! Aécio Neves, o chefe de censura em Minas Gerais, será presidente! E ACM Neto, o herói da degola de Orlando Silva, será o chefe da Casa Civil!

Orlando cai. Quem será o(a) próximo(a)?

Por Altamiro Borges

Depois de quase duas semanas de criminoso linchamento midiático, agora é oficial. Orlando Silva não é mais ministro do Esporte. “Eu pedi afastamento para defender a minha honra e o próprio governo... Em poucos dias, poucas semanas, a verdade aparecerá. Estou indignado”, afirmou o ex-ministro. O clima no Palácio de Planalto é de desolamento diante do desastroso desfecho do caso.

Já nos portais dos impérios midiáticos o clima é de euforia. A chamada grande imprensa se considera a principal vitoriosa em mais esta batalha da luta de classes. Ele se acha dona do país, capaz de pautar a política e derrubar ministros. A decadente oposição demotucana, composta por muitos políticos mais sujos do que pau de galinheiro, também comemora a vitória da “ética”. Puro cinismo!

A mídia não recua na sua artilharia

A mídia murdochiana tem, de fato, motivos para festejar. Mais uma vez ela conseguiu pautar o governo Dilma. O primeiro tiro foi dado pela revista Veja, há duas semanas, quando abriu espaço privilegiado a um policial bandido, acusado e preso por corrupção, para difamar o ex-ministro, sem qualquer prova. Logo na sequência, o Fantástico, da TV Globo, amplificou a campanha de calúnias.

Seguindo os padrões de manipulação da mídia, tão bem descrito no obrigatório livro de Perseu Abramo, os jornalões e telejornais mantiveram a queimação por quase dez dias. Até por questão de honra – honra mafiosa – era evidente que a mídia não recuaria na sua artilharia pesada. O ministro demonstrou altivez e coragem para resistir aos ataques criminosos nestes dias infernais.

"Dilma a reboque da mídia"

O desfecho do episódio dá razão ao colunista da Folha, Fernando Rodrigues, que se jactou do poder da imprensa para derrubar ministros. Para ele, a presidenta só demorou na decisão porque “não quer consolidar a imagem que existe – e é verdadeira – de que ela foi sempre a reboque da mídia nas demissões de todos os seus ministros”. Haja arrogância! O triste é que a cedência é verdadeira!

Diante da demissão de Orlando Silva, fica a pergunta: quem será o próximo ou a próxima a cair no governo Dilma? Em apenas dez meses de gestão, seis ministros já foram defenestrados – um recorde desde a redemocratização do país, em 1985. Na prática, a mídia demotucana pauta o governo. Ela “investiga”, julga, condena e fuzila... e o Palácio do Planalto cede!

Lista macabra dos jagunços midiáticos

Lembrando as macabras listas de assassinatos no campo, os jagunços midiáticos já anunciam as futuras vítimas. O UOL já fez uma ficha dos “ministros sob suspeita” – que inclui, até, o pragmático ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. O Estadão afirma que o próximo alvo é o ministro do Trabalho, Carlos Lupi. E alguns portais miram no ministro da Educação, Fernando Haddad, pré-candidato do PT em São Paulo.

De ministro em ministro, a mídia demotucana visa sangrar é a própria Dilma Rousseff. Mas, sabe-se lá por que razão - talvez algum marqueteiro preocupado com a chamada "classe média" ou algum pragmático que prega moderação -, a presidenta mantém-se impávida. Até convida FHC para jantar

Inversão de valores venceu: Orlando Silva sai por excesso de honestidade

O ex-ministro Orlando Silva sai do ministério do esporte de cabeça erguida, porque não se submeteu às chantagens, enfrentou a onda de denúncias e detratores como poucos políticos já fizeram antes, e mostrou uma resistência difícil de se ver. Sua única derrota foi na batalha da comunicação. A versão prevaleceu sobre o fato.

Ficarei muito surpreso se encontrarem alguma coisa real contra ele (podem encontrar de outras pessoas do ministério do esporte, mas sem haver má-fé dele).


Se ele fosse corrupto, com a verba que teve nas mãos, teria dado algum jeitinho de aliviar e se acertar com o PM João Dias, na calada da noite. Preferiu fazer a coisa certa, e partiu para o enfrentamento.


Cargo de ministro é assim mesmo, e do mesmo jeito que é nomeado, sair também faz parte, e seu próprio partido, PCdoB, achou que ele perdeu condições políticas para ficar no cargo.


A questão é saber se, politicamente, essa decisão foi de fato acertada, principalmente para o governo Dilma.


Sem provas, ainda havia gordura para queimar, mantendo o ministro no cargo. Cedendo com essa relativa facilidade, qualquer outro ministro poderá ser a bola vez: basta encontrar qualquer fraude CONTRA o ministério e negociar com o fraudador para fazer uma entrevista inventando uma denúncia falsa contra o ministro. Depois bombardeia-se diariamente com manchetes fantasiosas, transformando honestidade em suspeita qualquer coisa da vida particular ou pública do ministro.


Outra coisa instigante é saber: como pode um ministro desagradar a tantos interesses ao mesmo tempo, a ponto de ficar quase isolado?


A FIFA, a CBF e Ricardo Teixeira comemoraram sua queda.


Jornalistas da TV Record, inimigos de Teixeira, comemoram sua queda.


A TV Globo, aliados de Teixeira, conspirou junto à Veja, para derrubá-lo.


Como explicar tantos interesses antagônicos se unirem contra o mesmo ministro?


Só tenho uma explicação: excesso de honestidade! Falta de "jogo de cintura" para escolher a quem agradar e a quem desagradar. Conclusão: ainda há muito trabalho a fazer para o Brasil ser uma república, na acepção da palavra.
Orlando Silva entrega o cargo


O PCdoB distribuiu nota com a imprensa em que afirma que os comunistas seguem "de cabeça erguida". Leia a íntegra do seu pronunciamento.

Dando seguimento à escalada de tentativas de desestabilização do governo da presidente Dilma Rousseff, desde o último dia 15 o campo político reacionário do país e veículos do monopólio de comunicação desencadearam uma criminosa campanha difamatória contra o ministro Orlando Silva e o Partido Comunista do Brasil.

O PCdoB, neste momento, vem reafirmar a convicção na inocência e integridade de Orlando Silva no exercício da titularidade do Ministério do Esporte. Esta convicção é baseada na ausência absoluta de provas, na fonte desqualificada que o acusa, e na sinceridade e na segurança com que ele sustenta que não há fatos que o incriminem.

Ressaltamos que desde a primeira hora Orlando defendeu com altivez sua honra e dignidade. Demonstrando segurança de que tudo deriva de uma campanha difamatória, de pronto ele solicitou a investigação provocada pelo Procurador-Geral da República junto ao Supremo Tribunal Federal. Além disso, pediu à Polícia Federal e a outros órgãos de controle do Estado uma apuração rigorosa das falsas acusações que lhe foram lançadas. Também abriu mão de seus sigilos telefônico, fiscal, bancário e de correspondência.

É importante assinalar que a gestão de Orlando Silva à frente do Ministério do Esporte elevou esta pasta a outra dimensão. Prova disso é a conquista da realização no Brasil da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Destacam-se, também, as políticas aplicadas e o sucesso que alcançaram tanto em termos de difusão massiva de práticas desportivas, quanto aos recordes alcançados pelo Brasil em competições e o aumento do número de nossos atletas com nível de desempenho internacional, como fica evidente com o desempenho da delegação brasileira nos Jogos Pan-Americanos, no México.

O Partido Comunista do Brasil uma vez mais rechaça os ataques contra sua legenda, igualmente caluniosos e sem provas. Nosso Partido tem 90 anos de história de luta e de heroísmo em defesa do Brasil e da democracia. Nossa legenda tem um perfil ideológico claro e um Programa Socialista que defende o fortalecimento da Nação e uma vida digna para o nosso povo. A verdadeira “caçada” movida contra ele pelo campo político reacionário do país e veículos do monopólio midiático vem do seu fortalecimento crescente na condição de um Partido contemporâneo e revolucionário.

Porém, entendemos que esse ataque não é somente contra a liderança de Orlando Silva e o nosso Partido. O objetivo das forças conservadoras e da grande mídia é golpear o governo da presidente Dilma Rousseff quando ela lidera com êxito o enfrentamento dos efeitos da crise capitalista mundial sobre o Brasil.

O Partido e o companheiro Orlando Silva estão de cabeça erguida e altiva diante desta campanha infame. O tempo e as investigações irão demonstrar que tudo não passa de calúnia. A verdade – estamos convictos – vai prevalecer sobre a mentira. O PCdoB, com a unidade de seu coletivo militante e apoio do povo e dos aliados, reafirma seu compromisso com a luta pelo êxito do governo Dilma na sua missão de conduzir o Brasil à nova etapa de seu desenvolvimento com distribuição de renda e valorização do trabalho.

Brasília, 26 de outubro de 2011.

Renato Rabelo
Presidente do Partido Comunista do Brasil-PCdoB

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Imagem do dia

Elivânia Leite diz que a construção do seu Açude é maior conquista da sua vida como produtora Rural.

Música do dia



A era da selvageria no jornalismo


Por Luis Nassif, em seu blog:

O vale-tudo da informação chegou a um ponto sem retorno.

Historicamente, as jovens gerações de jornalistas entram com todo gás, querendo fazer carreira e, para tanto, seguindo os critérios de avaliação das direções. Se os critérios são tortos, forma-se uma geração torta. Foi assim com o rescaldo da campanha do impeachment, que consagrou os profissionais que mais atentaram contra os princípios jornalísticos, os que mais inventaram notícias, que se apossaram de matérias de terceiros.

O momento atual é o mais escabroso da moderna história da imprensa brasileira.

Na transição de gerações, existem os jornalistas experientes, servindo de referência e de moderação para os mais apressados. Cabe a essas figuras referenciais ensinar os limites entre jornalismo e ficção, o respeito aos fatos e as técnicas que permitam tornar as matérias atraentes sem apelar para a ficção ou para os ataques difamadores. Principalmente, cabe a eles mostrar os valores universais da civilização, o respeito ao direito sagrado da reputação, o pressuposto de que as acusações precisam vir acompanhadas de provas ou indícios relevantes, o direito de se ouvir, sem viés, a defesa do acusado, o uso restrito do jornalismo declaratório.

A questão é que esse meio campo está com lacunas.

O episódio Orlando Dias mostrou jornalistas consagrados, que deveriam fazer o contraponto, ajudando a criar o clima de expectativa em cima das capas de Veja. São jornalistas que estão fartos de saber que a revista não segue princípios jornalísticos, que mente, difama, blefa, que promete provas que nunca aparecem. Mas não se pejaram de aproveitar o embalo para atacar adversários históricos.

Outros jornalistas, com história e credibilidade, preferiram recolher-se ao seu próprio trabalho, pela notória impossibilidade de remar contra uma tendência irreversível de consolidação do jornalismo de esgoto.

Fazem bem em se poupar e não tentar remediar o irremediável.
A democracia do império americano

Anonymous condena a revista Veja



“Mensagem à sociedade brasileira. Já é de conhecimento público. Até mesmo entre a sociedade menos informada que a revista Veja é um instrumento de manipulação ideológica e política. A próxima edição semanal dessa revista trará o símbolo que representa o Anonymous, a máscara de Guy Fawkes, como sendo mais um movimento contra a corrupção … que não passa de mais uma tentativa da direita de capitalizar todos os movimentos sociais, que tomam forma no Brasil.

O objetivo deste texto é esclarecer a ideologia do movimento Anonymous. Sendo absolutamente apartidário, o Anonymous busca estimular a população a se informar e formular suas próprias ideias e para que isso se concretize é necessário que haja um rompimento total do controle exercido pela mídia nas nossas mentes.

Infelizmente, no Brasil atual, é impossível falar de liberdade de pensamento. Isso porque simplesmente não somos livres para pensar. As ideias que temos são formulas e divulgadas pela elite econômica e, não é necessário dizer que absolutamente contrárias as nossas próprias necessidades como povo.

Enfatizo aqui que o Anonymous não é de forma alguma ligado a nenhum partido político. Por mais que a mídia tente desvirtuar nossos ideiais, continuaremos a lutar para acordar a população e fazê-la se desvincular de qualquer tipo de manipulação imposta pela elite. Não continue sendo parte de uma enorme massa de manobra. Busque conhecimento. Informe-se. Liberte-se.

Nós somos Anonymous. Somos uma legião. Não esquecemos. Não perdoamos. Nos aguarde.”

* Transcrição do vídeo de Esmael Morais, em seu blog

domingo, 23 de outubro de 2011

Música do dia

A SEMANA

Uma semana de trabalho focado para visitar as comunidades e receber proposta de credito para os nossos agricultores. Vistamos os projetos de assentamentos Taquary, Novo destino e Esperança.


Nossos técnicos tem sido incansável. Alem da visita para receber proposta de credito, construímos mais casas vegetação para produção de hortaliças, aradamos terra e construímos mais açudes.


Todo o trabalho que está sendo realizado é enfrentando as dificuldades causadas pelas chuvas que cai todos os dias. O lema é servir nossos produtores de todo coração. Somos pagos para isso.










Mais uma derrota da direita!

A votação nas eleições da Argentina terminou neste domingo (23), confirmando a expectativa de reeleição sem surpresas, e sem necessidade de segundo turno, da presidente Cristina Kirchner.

Cristina deve ter 55% dos votos, segundo uma pesquisa de boca de urna encomendada pelo próprio governo e feita com 30 mil pessoas. Pesquisas divulgdas pelas TVs deram resultados semelhantes.

Milhares de seguidores da presidente tomaram as ruas da capital, Buenos Aires, já comemorando a vitória.

Cristina votou às 11h47 (12h47 em Brasília) em Río Gallegos, seu reduto eleitoral na província de Santa Cruz. Muito emocionada, Cristina elogiou as inéditas eleições primárias realizadas no país, em agosto, que deu a ela ampla vantagem em relação aos concorrentes.

Eleitores de Cristina Kirchner celebram sua provável vitória, neste domingo (23), na Praça de Maio (Foto: AFP)Eleitores de Cristina Kirchner celebram sua provável vitória, neste domingo (23), na Praça de Maio (Foto: AFP)

“Estamos culminando um processo político que começou com as primárias, que acredito que vai ser fundante porque combina com nossos sistema eleitoral e vai abrir mais para a participação de todos os partidos”, disse.

Cristina, que durante o mandato enfrentou uma crise com jornais críticos ao governo, elogiou os meios audiovisuais, que segundo ela têm um “papel preponderante” no processo eleitoral e lembrou que, desde 1983, com o fim da ditadura no país, os jovens podem votar livremente.

Em um entrevista interrompida várias vezes para cumprimentar e beijar militantes, transmitida pelas TVs argentinas, a presidente voltou a lembrar do marido, o ex-presidente Néstor Kirchner, cuja morte completa um ano. Do blog com informações do G1

Música do dia

"VEJA BEM"

O Instituto Via BR é uma entidade sem fins lucrativos (ONG) que atua na área da cultura. Criou o projeto de um documentário chamado "Repare Bem", reflexivo sobre a Anistia e os atos ocorridos na ditadura (confira o site aqui
):

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PCdoB REALIZARÁ DIA 05 DE NOVEMBRO SUA 13ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL

O PCdoB realiza no dia 05 de novembro, a sua 13ª conferência municipal. Em pauta vai está o debate sobre a busca e a concentração de esforços para acumular forças e levar Tarauacá a um novo patamar de desenvolvimento e justiça social, que ofereça esperança e possibilidades de superar o atraso político e construir um novo processo civilizatório, onde floresça a democracia, oportunidades de trabalho, moradia digna, serviços publicos de qualidades, transparência e solidariedade humana.

PCdoB, continua acreditando na necessidade de mudanças na representação política em nosso município. Nós militantes sabemos que as mudanças que Tarauacá precisa, não acontecem apenas mudando de nome ou de partido, é preciso mudar a mentalidade e os compromissos. Convidamos todos os camaradas, companheiros e amigos para esse desafio. É hora de preparar a batalha que o momento nos impõe. TODOS ESTÃO CONVIDADOS A ASSUMIR TAREFAS. Convide seus amigos, mobilize suas energias. TODOS A CONFERÊNCIA.

Qual o maior criminoso?


Vídeos Mostram Imagens de Kadhaf Vivo antes de morrer


Os meios de comunicação a serviço do imperialismo principiaram imediatamente a transformar o acontecimento numa vitória da democracia e os governantes dos EUA e da União Europeia e a intelectualidade neoliberal festejam o crime.Essa atitude não surpreende, mas o seu efeito é oposto ao pretendido: o imperialismo exibe para a humanidade o seu rosto medonho.Leia mais

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Dilma lá, Perpétua aqui

"Junto minha voz a voz das mulheres que ousaram lutar, que ousaram participar da vida política." Quando a Dilma pronunciou essa frase na abertura da Assembléia da ONU, fiquei toda emocionada. Disse isso a ela. E disse mais: que ela na Presidencia do Brasil abre caminho e encoraja as mulheres a disputar as instâncias de poder desse pais já começando com as eleições para prefeituras e câmaras no Brasil inteiro.
Batalha contra os chacais


Nesta quinta-feira (20), às 20h30, foi ao ar o programa de 10 minutos do PCdoB em rede nacional de televisão e rádio (vídeo acima).

No programa o o PCdoB reafirma que é um partido de luta, e foi à luta.

O programa ocuparia todo o tempo mostrando a experiência do PCdoB na gestão de cidades mais humanas. Foi obrigado a mudar para incluir a defesa do partido e de seu ministro contra os recentes ataques desonestos perpetrados pelos barões da imprensa.

“O partido tem se preocupado, dentro de suas condições, em explicar à opinião pública o que está acontecendo e vamos fazer isso na TV”, afirma Renato Rabelo, presidente nacional do partido.

O programa não só defende o ministro, como coloca Orlando Silva como um dos principais oradores, fechado o programa, reafirmando que vai às últimas consequências para restabelecer a verdade é acusado por criminosos porque não aceitou chantagens e exigiu reaver o dinheiro público que devia ser aplicado em esporte para crianças e adolescentes e foi desviado.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Música do dia

FAO: SITUAÇÃO DE FOME NO MUNDO É ALARMANTE

Representantes da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) e do Programa Alimentar Mundial (PAM) advertiram nesta terça-feira (18) a comunidade internacional sobre a situação da fome no mundo, considerada por eles alarmante e dramática.


Para os especialistas, a situação se agrava com o crescimento da população mundial e a elevação constante dos preços dos alimentos. A região que mais sofre no mundo é a conhecida como Chifre da África, onde está a Somália.

“Uma em cada sete pessoas no mundo vai para a cama com fome, na maioria mulheres e crianças”, disse a diretora da representação do PAM em Genebra (Suíça), Lauren Landis, no seminário intitulado “Lutar Juntos Contra a Fome”. “A fome mata anualmente mais pessoas do que o vírus que transmite a aids, a malária e a tuberculose”, acrescentou.

No período de 2005 a 2008, os preços dos alimentos atingiram o nível mais elevado dos últimos 30 anos. Os alimentos mais afetados são o milho e o arroz. “A situação assumiu proporções dramáticas a partir de 2008, quando os preços alcançaram um pico histórico e quase duplicaram num período de três a quatro anos”, disse o diretor da FAO em Genebra, Abdessalam Ould Ahmed.

Ahmed acrescentou ainda que a situação atual é “mais dramática” porque o aumento dos preços dos alimentos ocorre no mesmo momento do agravamento da crise econômica internacional.

Para ele, a elevação dos preços é uma consequência, entre outros fatores, do aumento substancial da população mundial. “Cada ano existem no mundo mais 80 milhões de bocas para alimentar”, disse Ahmed.

Fonte: Sul 21


PCdoB na TV vai rechaçar calúnias e defender cidades mais humanas

Na noite desta quinta-feira (20), a partir das 20h30, o programa de 10 minutos do PCdoB vai ar em rede nacional de televisão e rádio. Na peça, o partido defende cidades mais humanas e esclarece as recentes calúnias. Além do programa, o partido terá inserções de 30 segundos até 29 de outubro. A TV Vermelho acompanhou os bastidores da produção do programa, dias antes da farsa da Veja ir às bancas, e mostra um pouco do que o Brasil verá na noite desta quinta.



Inicialmente produzido para tratar integralmente da experiência do PCdoB na gestão de cidades mais humanas, o programa passou por mudanças para incluir a defesa do partido e de seu ministro contra os recentes ataques.

“O partido tem se preocupado, dentro de suas condições, em explicar à opinião pública o que está acontecendo e vamos fazer isso na TV”, afirma Renato Rabelo, presidente nacional do partido.

Um dos pontos altos será a fala do ministro do Esporte, Orlando Silva. Apoiado por dirigentes e militantes não só do PCdoB mas também de outros partidos, o ministro deve ser duro contra as acusações sem provas de um sujeito já condenado pela Justiça.

Cidades humanas

O programa traz pré-candidatos do PCdoB à prefeituras importantes do país, como Alice Portugal, em Salvador, Netinho de Paula, em São Paulo, Manuela D’Ávila, em Porto Alegre, e Perpétua de Almeida, em Rio Branco. Além destas capitais há ainda outras que deverão ter candidatos comunistas nas eleições de 2012.

Um dos destaques do programa é a gestão comunista da cidade histórica de Olinda (PE). Com a experiência de quase 12 anos a frente da prefeitura, o partido destacará ações que geraram grandes mudanças na vida das pessoas.

O senador Inácio Arruda (PCdoB/CE), relator do aprovado Estatuto das Cidades, também está no programa que evidencia soluções para que as cidades cresçam com menos desigualde e mais desenvolvimento.

A equipe de produção do programa passou pelo teste de superação e conseguiu realizar as mudanças de última hora tão necessárias frente às calúnias divulgadas. Todas as peças que irão ao ar a partir desta quinta-feira tiveram a direção artística do publicitário Marcelo Brandão e a coordenação política de Kérisson Lopes, da Comissão Nacional de Comunicação do PCdoB.

Fonte: da redação

Orlando Silva passa pelo terceiro 'Paredão' e recebe elogios de tucanos

O ministro Orlando passou pelo terceiro "Paredão",ontem (18), na audiência da Câmara dos Deputados, onde foi muito bem, e venceu com folga a bandidagem da imprensa, da oposição, e dos elementos que saqueam os cofres públicos e depois querem fazer chantagens e se passarem por vítimas.

Só não venceu por nocaute no primeiro assalto (como fez a então ministra Dilma com José Agripino Maia, no passado), porque a oposição jogou a toalha: seus líderes se retiraram da sessão (para fazer uma reunião de "acerto" a portas fechadas com o PM João Dias, que fugiu de depor na Polícia Federal hoje, dizendo estar "doente").

Os elogios ao ministro vieram até do deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP). Ele disse que, apesar de ser da oposição, não podia deixar de reconhecer a diferença entre a postura do ministro, que apresentou as provas contra o acusador e procurou os órgãos de Justiça para apurar as denúncias, e a do acusador, que não apresenta provas e foge dos órgãos da Justiça.

Outro deputado da oposição, Fernando Francischini (PSDB-PR), que é delegado da Polícia Federal, questionou sobre algumas ações do ministério mas, logo no início da reunião, disse: "Estou acostumado a ouvir bandido, não vi traço de alguém que recebeu pacote de dinheiro", referindo-se à postura do ministro Orlando Silva.

Orlando Silva manteve a mesma postura firme que teve desde o início. Repelindo qualquer tipo de chantagem:
“Quem faz a agressão? Trata-se de um desqualificado, um criminoso, uma fonte bandida...

...Diferente do que se publica, a atitude que temos, desde 2008, é de combater o mal feito. Quem combate a corrupção é o Ministério do Esporte, que exige a devolução dos recursos que não são aplicados. Não interessa qual a entidade...


...se há o que denunciar, procure a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a imprensa, mas prove. Não provou porque não tem prova. Eu que tenho prova do mal feito por ele”. (provocando aplausos da platéia).

O ministro não deixou perguntas sem respostas, e colocou todos os documentos pedidos pelos deputados à disposição.

Orlando Silva está se tornado como aqueles participantes do BBB (Big Brother) que vão para o paredão e voltam mais fortes e mais populares.

O ministro já passou por dois paredões do PIG (Partido da Imprensa Golpista), ou seja, por duas entrevistas para a jornalistas da Globo, Folha, Estadão, Veja, etc. E este foi o 3º "paredão". Amanhã tem o quarto, no Senado, às 14hs. Será que José Agripino Maia (DEMos/RN) vai à nocaute de novo?

Dilma já passou por esse processo quando era ministra, enfrentando essas bandidagens alimentadas pela imprensa. Quem não se lembra:
- do "dossiê" roubado da Casa Civil para o gabinete do senador Álvaro Dias (PSDB/PR);
- da invenção da Lina Vieira (mulher do ex-ministro de FHC);
- da "charuteira";
- do ex-presidiário Rubnei Quícoli;
- etc.

Cada vez que a mentira era descoberta, ela subia nas pesquisas. (Com informações do Estadão e do Portal Vermelho)
SEAPROF DE TARAUACÁ EM DESTAQUE

Seaprof de Tarauacá é reinaugurada e intensifica atividades

terça-feira, 18 de outubro de 2011

A CARA DO TRAIDOR

José Anselmo dos Santos, ou Daniel, ou Jadiel, ou Jônatas... ou mais simplesmente Cabo Anselmo, se apresentou no Roda Viva na última segunda-feira. Como já se esperava, ele esteve muito à vontade, porque os entrevistadores não pesquisaram a história dos seus crimes, e se fizeram esse indispensável dever, não quiseram levá-lo às cordas, para confrontar as suas esquivas com os depoimentos de testemunhas de 1973, ano das execuções de 6 militantes socialistas no Recife. VEJA A ENTREVISTA

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Música do dia

Merenda escolar regionalizada Imprimir E-mail
Tatiana Campos
17-Out-2011
Decreto autoriza compra de produtos da indústria acreana

governador_com_empresarios_foto_sergio_vale_3.jpg
O governador Tião Viana assinou decreto regulamentando as compras governamentais e garantindo a compra da produção local para a merenda escolar (Foto: Sérgio Vale)

Iogurte, bolacha, biscoito, macarrão, charque, café, sucos e muitos outros produtos alimentícios são produzidos pela indústria acreana. Para valorizar os produtos da terra, garantir uma alimentação ainda mais regionalizada e melhorar a circulação de capital na economia, o governador Tião Viana assinou decreto regulamentando as compras governamentais e garantindo a compra da produção local para a merenda escolar.

Segundo o secretário de Educação, Daniel Zen, o decreto assinado hoje regulamenta a lei 1.295, de 1999, que institui uma listagem geral de produtos da merenda escolar e cria uma revisão periódica na lista, sem a necessidade de alteração por decreto. "Antes eram comprados 89 produtos e agora passam a ser 106. Todos os produtos que tiverem similares produzidos aqui serão comprados da indústria acreana", disse o secretário de Educação, Daniel Zen.

jos_luis_foto_sergio_vale.jpg
Para o presidente do Sindicato das Indústrias Alimentícias, ligado à Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Luiz Felício, o decreto governamental vem reconhecer a indústria acreana e valorizar a produção local (Foto: Sérgio Vale)
Para o presidente do Sindicato das Indústrias Alimentícias, ligado à Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Luiz Felício, o decreto governamental vem reconhecer a indústria acreana e valorizar a produção local. "É uma medida importante, que vai movimentar nossa economia. Nós avaliamos isso como um reconhecimento ao trabalho que fazemos, ao esforço em crescer, em buscar aprimorar as técnicas, os produtos, as embalagens, em trazer qualidade ao que oferecemos. Vai nos ajudar muito este decreto", comentou.

Da listagem geral de produtos da merenda escolar, 38 são da agricultura familiar, comprados por meio de chamada pública, um processo de compra mais simples para beneficiar os produtores rurais. Os demais produtos são industrializados e, destes, 40% são produzidos no Acre.