quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Pressão pode derrubar Lupi

A Comissão de Ética da Presidência recomendou, na noite desta quarta-feira (30), a demissão do ministro do trabalho, Carlos Lupi.

Para o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), trata-se de uma “bala”. “Não sei se é uma bala fatal, mas é uma bala”, disse, após reunião com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti (PT).

Para Jucá, embora a recomendação da comissão tenha peso, a decisão final sobre o futuro de Lupi no ministério caberá à presidente Dilma Rousseff. “Sem dúvida é um fato preponderante, negativo. É uma indicação do Conselho de Ética Pública pedindo o afastamento do ministro, mas a posição final é da presidente”, declarou o líder.

Assessores próximos a Lupi são suspeitos de cobrar propina para liberar contratos com organizações não governamentais (ONGs) no Ministério do Trabalho. Além disso, o ministro foi acusado de ferir o Código de Ética da Alta Administração Pública ao viajar pelo interior do Maranhão, em 2009, a bordo de um avião particular do dirigente de uma ONG que posteriormente teve contratos com o ministério.

A Comissão de Ética Pública decidiu, além da recomendação para a exoneração, fazer uma advertência ética ao ministro Carlos Lupi. As decisões da comissão foram baseadas em denúncias contra o ministro publicadas na imprensa.

O Palácio do Planalto informou que a presidente Dilma Rousseff não recebeu ainda o ofício encaminhado pela Comissão de Ética da Presidência da República, com a recomendação de exoneração do ministro do Trabalho. De acordo com o Planalto, só após o recebimento oficial do documento é que a presidente vai decidir sobre o assunto.

Além de recomendar a exoneração, a comissão decidiu aplicar uma advertência ao ministro. Lupi é acusado de utilizar em uma viagem pelo interior do Maranhão, em 2009, um avião privado, alugado pelo dono de uma rede de organizações não governamentais que, meses depois, ganhou um contrato para atender a projetos do ministério.

Com informações da Agência Brasil

terça-feira, 29 de novembro de 2011

O PRESO POLITICO DA OPOSIÇÃO

Em cartas, Hildebrando Pascoal ameaça de morte desembargadora, senador e procurador de Justiça

Altino Machado
"Cartas de um desesperado"

Ex-deputado escreveu "cartas de um desesperado", diz procurador

O ex-deputado Hildebrando Pascoal, também conhecido como o “homem da motosserra”, voltou a causar medo no Acre ao enviar três cartas, manuscritas em frente e verso, em que ameaça de morte, entre outros, a desembargadora Eva Evangelista, o procurador-geral de Justiça, Sammy Lopes, o senador Jorge Viana (PT-AC), além de um empresário da área de comunicação.

As cartas foram enviadas via Sedex a partir do presídio de segurança máxima Antonio Amaro, em Rio Branco (AC), onde o ex-coronel da Polícia Militar do Acre cumpre penas que somam mais de 130 anos de prisão por três homicídios, tráfico internacional de drogas, formação de quadrilha, crimes eleitorais e financeiros.

O conteúdo das três cartas é considerado tão grave que a desembargadora, o procurador e o presidente do Tribunal de Justiça, Adair Longuini, se reuniram na tarde desta segunda-feira (29) e decidiram tratar o caso como sigiloso em novo processo contra o missivista por causa das ameaças.

Leia mais:

Hildebrando: “A vida é uma dádiva divina”

Hildebrando sofre injustiça no Acre, diz defensor público

A procuradora de Justiça Vanda Denir Milani Nogueira, cunhada do ex-deputado, também participou da reunião. Pascoal também a ameaça de retaliação porque se considera abandonado pela procuradora.

- São cartas de um desesperado que se acha injustiçado e que se declara preso político. O desespero dele aumentou após ser expulso da Polícia Militar do Acre e perder o soldo de coronel - afirmou o procurador.

Sammy Lopes disse que o Ministério Público do Estado (MPE) e a Justiça do Acre não vão se intimidar com as ameaças do “homem da motosserra”.

- Quando ele pleitear benefício da progressão da pena do regime fechado para o semi-aberto, as cartas que escreveu de próprio punho serão usadas pelo Ministério Público para justificar um pedido para que a Justiça determine a permanência dele na cadeia - acrescentou o procurador.

Pascoal, que está preso há 12 anos, em setembro finalmente foi demitido ex officio do quadro da Polícia Militar pelo governador Tião Viana (PT), a partir de uma representação movida pelo MPE.

A desembargadora Eva Evangelista foi a relatora do processo em que a Justiça declarou Pascoal “policial militar indigno para o oficialato”, determinando a perda do posto e da patente, demissão ex officio, sem direito a remuneração ou indenização.

A expulsão aconteceu após transitar em julgado recurso extraordinário interposto pela defesa do ex-deputado junto ao Supremo Tribunal Federal.

A Assessoria Jurídica da Polícia Militar e a Procuradoria-Geral do Estado se manifestaram pelo cumprimento dos procedimentos administrativos necessários aos mandamentos da decisão da Justiça.

Assim como fez há dois anos, quando foi julgado e condenado por ter sequestrado, torturado e assassinado um mecânico com uso de uma motosserra e revólver, Pascoal voltou a se declarar nas cartas como sendo um preso político. Ele também chega a afirmar que conquistou “com muita honra” o soldo, que varia de R$ 8 mil a R$ 9 mil no Estado.

O advogado do “homem da motosserra” já moveu na Justiça uma ação para tentar reaver o que considera um direito trabalhista, enquanto o Judiciário e o MPE adotam as providências necessárias para dar garantias de vida aos seus integrantes que estão sob ameaça.

domingo, 27 de novembro de 2011

Conferência do PCdoB elege Moisés Diniz presidente para sucessão de Edvaldo Magalhães.

O Deputado Moisés Diniz foi eleito neste sábado presidente estadual do PCdoB, sucedendo o camarada Edvaldo Magalhães, que dirigiu o partido no estado durante 16 anos. O anuncio oficial foi feito por Edvaldo no final da 13º conferência estadual do partido em clima de unidade e muita emoção.

Edvaldo e Moisés, entraram no PCdoB em 1985 em Tarauacá, na época os dois eram irmãos Maristas. A transferência do cargo foi carregada de emoção e simbologia. O plenário da conferencia com mais 400 delegados e convidados aplaudiu de pé o ato solene.

A minha emoção foi maior, porque dos cinco que participaram da primeira reunião do partido em Tarauacá 1985, só estava presente na conferencia, eu, Edvaldo e Moisés. Por essa razão fui escalado para falar em nome de todos os militantes e filados sobre o papel que os dois dirigentes cumpriram na construção do PCdoB e de um novo Acre.




Com a militância empolgada, o PC do B reafirmou a pré-candidatura da deputada federal Perpétua Almeida à Prefeitura de Rio Branco. A conferencia contou a participação de delegações dos 22 municípios. A deputada federal Perpétua Almeida em seu discurso, destacou a importância do partido para o sucesso do projeto da Frente Popular. Ela disse que o PC do B tem dado uma contribuição importante para a concretização de ações que ajudam a melhorar a vida da população acreana e, por isso, está preparado para assumir novos desafios.






Representando a direção nacional do PC do B, Nilvado Santana, elogiou a organização do partido no Acre, afirmando que por sua história de lutas e pelo fortalecimento de suas bases nos 22 municípios acreanos, o partido está pronto para novos desafios. O governador Tião Viana, o senador Jorge Viana e prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim também estiveram presentes na conferencia.


Por uma comunicão progressista


Primeiro encontro de blogueiros
de Tarauacá, Feijó e Jordão.
“O papel dos blogs na construção da democracia e na comunicação popular”.

Local: Galpão da Cultura de Tarauacá
Data: 02 de dezembro – sexta feira
Horário: 20 horas
Promoção: Blog do Accioly
Apoio: Rádio Comunitária Nova Era FM/Sinteac
Internet e democracia - O 1º Encontro Regional de Blogueiros contará com a participação de blogueiros dos Municípios de Tarauacá, Feijó e Jordão e do Jornalista Altino Machado, maior Blogueiros do Acre e demais pessoas relacionadas à democracia na comunicação.

O tema desta primeira edição será “O papel dos blogs na construção da democracia e na comunicação popular”.

A organização do evento é de responsabilidade do Blog do Accioly, esclarece, ainda, que o Encontro Regional será aberto a todos blogueiros, twitteiros, internautas em geral, que se identifiquem com a luta pela democratização dos meios de comunicação, pela construção de uma nova mídia – plural e colaborativa – e por mais justiça e democracia.

Os interessados em participar deverão enviar seus de e-mails de confirmação da presença:
gomesaccioly@gmail.com.

Altino Machado: Acreano, ex-repórter dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Folha de S. Paulo, para os quais trabalhou durante 10 anos, em Rio Branco, Goiânia, Brasília e Manaus.
Faz o Blog da Amazônia, da Terra Magazine.

Maiores informações: (68) 9977-5176: Accioly

FONTE; ECOS SOCIALISTAS



PCdoB faz Conferência e mantém Perpétua pré-candidata à prefeita

Com uma militância empolgada, o Partido Comunista do Brasil (PC do B) realizou neste sábado, 26, no auditório da Secretaria de Estado de Educação (SEE) sua Conferência Estadual. Representantes dos 22 municípios participaram do evento, que contou ainda com a participação de Nivaldo Santana, representante da direção nacional do partido.

pcdob_DL_6037Durante o evento, a deputada federal Perpétua Almeida, pré-candidata à Prefeitura de Rio Branco pelo PC do B, fez questão de destacar a importância do partido para o sucesso do projeto da Frente Popular.

Ela disse que o PC do B tem dado uma contribuição importante para a concretização de ações que ajudam a melhorar a vida da população acreana e, por isso, está preparado para assumir novos desafios.

“O PC do B tem sido importante para esse projeto que tem garantido melhorias para a nossa população. Estamos mais fortes e organizados e, por isso, preparados para assumir novos desafios aqui em Rio Branco e no interior. precisamos sair dessa Conferência dispostos a aceitar novas lutas pelo bem do nosso povo”, afirmou.

Representando a direção nacional do PC do B, Nilvado Santana, elogiou a organização do partido no Acre, afirmando que por sua história de lutas e pelo fortalecimento de suas bases nos 22 municípios acreanos, o partido está pronto para novos desafios.

“A organização e o fortalecimento do PC do B nos 22 municípios acreanos é um verdadeiro exemplo para todo país. A nossa direção nacional decidiu que vamos lutar para ter nomes disputando as Prefeituras em vários municípios brasileiros. Tenho certeza que a Perpétua é um nome forte e capacitado para ser candidata em Rio Branco, além de outros nomes no interior”, ressaltou.

pcdob_003O presidente regional do PC do B e secretário de Indústria e Comércio, Edvaldo Magalhães, reafirmou o desejo do partido de disputar as Prefeituras de Rio Branco e de outros municípios.

Ele revelou que o já é o segundo em número de filiados no Estado, organizado e fortalecido nos 22 municípios. “Somos o segundo maior partido em número de filiados. Por isso, queremos nos assumir novos desafios, dirigir Prefeituras e continuar colaborando para melhorar a qualidade de vida da nossa população”, disse.

Afirmando que o PT e o PC do B são partidos que sempre caminharam lado a lado no Acre, o presidente da executiva regional do PT, Leonardo Brito (veja vídeo), disse que os comunistas terão apoio dos petistas para disputar Prefeituras no Acre.

“PT e PC do B sempre caminharam juntos e, como uma família, temos algumas diferenças, mas que não atrapalham nossa caminhada. Sempre priorizamos a unidade. No município onde o PC do B tiver um nome para disputar a Prefeitura, nossa militância vai se dedicar muito para ajudar”, revelou.Fonte: O estado

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

O velho e o novo

Governo do estado cumpre promessa e conclui a primeira etapa de pavimentação da rua do povo em Tarauacá. Nasce um novo bairro no Ipepaconha, as ruas do povo mudam radicalmente a paisagem e vida de uma população abandonada pelas sucessivas administrações do município.

Eu que desde 1985 visito o Ipecoconha, enfrentando o lamaçal, muitas vezes fazendo reuniões com os moradores para cobrar melhorias para o Bairro, quase sempre sem resultado, foi emocionante visitar os moradores e perceber neles felicidade. Alice, uma das moradoras mais antigas diz que o que está acontecendo é uma sonho que às vezes ela pensa que não é real.

Parabéns o governador Tião Viana. Parabéns a frente popular. O governo está fazendo, a prefeitura precisa fazer também, afinal, cuidar da cidade é responsabilidade d@ Prefeit@.

No inicio deste ano o Padre Sebastião foi celebrar uma missa no Bairro arrastado numa corroça de boi
Hoje, ele pode ir de Carro, bicicleta ou pé

O Passado

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Mentiras e falsidades na rede

Eliakim Araujo

A história da repórter de uma emissora de TV do Mato Grosso que levou uma bofetada na cara, desferida por um vereador em frente à câmera, é um dos episódios mais tristes do jornalismo. O vídeo correu mundo e o fato ganhou maior destaque depois que foi postado no Youtube . Até hoje não sei como acabou a história e se o agressor sofreu algum tipo de punição.

Como a nossa Justiça não é lá muito confiável, é bem provável que o vereador boçal tenha passado incólume pelo episódio torpe e covarde de agredir alguém que fazia o seu trabalho e se dirigiu a ele de maneira gentil e educada. Antes que fizesse qualquer pergunta, ela o chamou pelo nome ou apelido. Como resposta, a repórter Marcia Pache (foto) recebeu o tapa no rosto desferido com toda força. O Brasil inteiro já viu a cena, mas vai aqui o link para aqueles que não a conhecem :


Vista essa estupidez, não há o que comentar, as imagens falam mais alto. Mas o que me leva a voltar a esse assunto é que, anos depois, esse vídeo continua circulando na rede, repassado às centenas, milhares de vezes, talvez, atribuindo a agressão ao "vereador José Rainha, do PT". Na semana que passou, o email voltou à minha caixa postal com os seguintes dizeres e formato:

"CENA COVARDE DE Vereador José Rainha do PT !!!

CENA COVARDE DO VEREADOR DO PT.

VEJA O NÍVEL DO POLÍTICO BRASILEIRO

O Vereador José Rainha do PT - em cena covarde de um bandido, A reporter toma uma bofetada no rosto, ao cumprir o seu trabalho jornalístico. Esta cena embora distribuído á imprensa, ainda não foi publícado em nenhum jornal, rádio ou canal de televisão.

Vamos fazer a nossa parte divulgando, para que, todos tenham a oportunidade de saber o nível dos políticos brasileiros, principalmente do PT.

Isso só acontece por nossa culpa, esse bandido, foi eleito pelo povo.

Faça a sua parte; Divulgue !"

Omiti as imensas listas de internautas que receberam e repassaram a mensagem.

Não tenho nada com a história, nem procuração para defender quem quer que seja. Mas não consigo reprimir, como profissional de internet, um certo sentimento de frustração ao perceber que uma extraordinária ferramenta de informação e análise, é usada como meio de espalhar mentiras e falsidades com objetivos politicos.

Se o leitor repassador de emails tivesse o cuidado de fazer uma mínima pesquisa na internet, veria que, no caso da repórter Marcia, o agressor é o vereador Lourival Rodrigues, do DEM, cujo apelido Kirrarinha, virou "José Rainha, vereador do PT". Não é surreal? Há dezenas de matérias publicadas pela míidia e reproduzidas no Google com os nomes dos verdadeiros personagens da trama.

Penso que a maioria das pessoas repassa emails desse tipo por ingenuidade, porque se revolta ou se emociona com o apelo contido na mensagem, mas por trás dos ingênuos estão as cobras criadas que se aproveitam da mínima oportunidade para distribuir mentiras e falsidades na rede com objetivos políticos.

Muita gente já escreveu sobre os abusos cometidos diariamente na internet e sua impunidade, embora já existam decisões em nosso Judiciário punindo determinados crimes praticados na web. Penso que atribuir irresponsavelmente a autoria de determinado evento a terceiros, na rede de computadores, deveria constituir-se em crime passível de punicão, como qualquer outra previsto em nossas leis penais. Quem sabe, assim, os criadores e repassadores pensariam duas vezes antes de espalharem mentiras e falsidades na rede.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

A fortaleza do João de Barro


João de Barro

Maria Gadú

O meu desafio é andar sozinho
Esperar no tempo os nossos destinos
Não olhar pra trás, esperar a paz
O que me traz
A ausência do seu olhar

Traz nas asas um novo dia
Me ensina a caminhar
Mesmo eu sendo menino aprendi

Oh meu Deus me traz de volta essa menina
Porque tudo que eu tenho é o seu amor
João de Barro eu te entendo agora
Por favor me ensine como guardar meu amo


Temido por quem?

Sempre sou aconselhado por amigos a não dar atenção para gente covarde que assaca agressões contra mim e meu partido. O argumento é que essas pessoas que agridem, não tem prestigio, são covardes e não tem o que perder.

Eu, que não posso enganar, deixo claro que não temo esses gângsteres. Talvez eu faça parte de uma minoria que não se acovarda, seja qual forem às circunstâncias. Minha resposta é minha história de vida, mas não só isso é também minha coerência e minhas convicções.

Quem já passou quase 3 décadas (mais da metade de minha vida) viajando rios e igarapés, rompendo ramais e varadouros, muitas vezes sem um domingo para descansar, as vezes sofrendo ameaças e pressões psicológicas, sem mudar de lado e sem negociar os princípios não tem porque temer qualquer verdugo.

Como os leitores devem observar, um grupo que não tem coragem de me encarar em campo aberto, usa o anonimato para fazer suas tocaias de ataques. Como não tem coragem para assumir identidade nomes e sobrenomes, julgam e condenam. Tragicamente, ainda falam de moralidade e justiça. São como vampiros que sugam sangue e se escondem atrás da capa. Fingem que são capazes suficientes para continuar agindo nos porões sem possibilidade de serem descobertos pela verdade. São incapazes. Aguardem!

O impressionante, é que essa gangue que aterroriza uns, agora se associou ao coletor Luiz Calixto, já marcaram até encontro. Segundo o coletor, a conversa tem o macabro objetivo de preparar ataques contra mim e ao PCdoB na semana do natal. Veja aqui.

Acho que o coletor deixou cair literalmente sua mascara. Depois de ser rejeitado pelo povo na ultima eleição, mostra sua verdadeira face. Já não tem mais o privilégio do parlamento para satisfazer seu interesse econômico e vaidade, agora se presta esse papel, não precisava ter um fim político tão melancólico.

Sinceramente, por alguns momentos acho que meus amigos têm razão quando dizem que não devo perder meu tempo respondendo às asneiras que detrator apequenado da FPA vomita contra mim. Não tenho tempo e vida “folgada” para ficar fazendo ou respondendo insultos. Entretanto, não vou banalizar acusações covardes. Já disse uma vez e vou repetir. Sei que o dia mais honesto da vida do coletor, não se assemelha ao dia mais desonesto de minha vida.

Reitero ao coletor o desfio que já fiz em outras oportunidades, vou lembrar: responda-O que fez com tanto dinheiro que ganhou durante o tempo que passou como deputado? É fiel a sua declaração de pobreza feita à justiça de Tarauacá? Topa o desfio para autorizar a quebra dos nossos sigilos para fazer uma prova? Sei que esse assunto não lhe interessa.

Todavia, aproveito oportunidade para sugerir uma reflexão: Eu tenho 27 anos de militância política defendendo um só partido e um compromisso. Acho que isso é coerência. Tenho muitos amigos e os preservo com a minha lealdade; Tenho uma família amável e todos meus irmãos freqüentam minha casa. E você? Essas coisas são importantes para um homem. Você não acha coletor?

Fique certo, não temo suas ameaças e de seus associados do submundo.




A primavera dos Direitos Humanos apenas começou

Quando finalmente ia se votar na Camara o projeto de lei da Comissão da Verdade, dissemos aqui que se abria a primavera dos direitos humanos. O projeto já foi aprovado também no Senado e sancionado pela Dilma. As próprias condições do ato de sanção revelam como se trata apenas de um começo, da abertura de um espaço de disputa, que pode se ampliar e efetivamente não apenas cumprir com os objetivos que se propõem, como ir mais além, ou fracassar e frustrar mais uma vez a possibilidade de virar dignamente essa página triste da nossa história que foi a ditadura militar.

Os problemas não residem no prazo, nem no número de membros da Comissão. Nos outros países da região o numero dos componentes de comissões similares foi mais ou menos esse, o que interessa é a capacidade de ação, de mobilização e de coordenação que a Comissão tenha. Ela poderá contar com todas as pesquisas feitas até aqui, com a colaboração de grande quantidade de centros de pesquisas e de materiais já coletados e colocados à disposição da Comissão.

O prazo tampouco deve ser um problema, já que ela não começará do nada, sistematizará materiais já existentes e buscará preencher lacunas pendentes. A dedicação dos seus membros às suas funções pode permitir plenamente o cumprimento delas.

Provavelmente a Comissão não poderá elucidar o que não foi elucidado até aqui, mas sistematizará o que já foi investigado. Os arquivos em mãos dos militares, segundo eles, teriam sido destruídos. Nesse caso, a Comissão tem a responsabilidade inquirir sobre as responsabilidades dessa eventual desaparição e apontar os que teriam cometido esse crime de sonegação de informação essencial aos direitos humanos.

Muitos depoimentos, mesmo já conhecidos, permitirão reavirar a memória das brutalidades cometidas pela ditadura, assim como fazer conhecer a novas gerações como atuava o Estado do terror. O clima que possa gerar e os materiais acumulados – que deverão ser entregues à Justiça – podem propiciar as condições para rediscutir a anistia autoconcedida pelos militares.

Mas talvez o mais importante seja a versão oficial do Estado brasileiro sobre a ditadura militar, a ruptura da democracia e de um governo legitimamente eleito pelo povo, o Estado de terror que foi instalado, as barbaridades que cometeu, etc.

A tentativa de colocar, no mesmo nível, verdugos e vítimas, ao reivindicar a palavra para um militar, caso um familiar de vítima da ditadura tivesse falado – que infelizmente terminou por impedir que o familiar falasse, equívoco grave cometido pelo governo -, revela as resistências de fora e de dentro do próprio governo, para os trabalhos da Comissão.

O que conquistamos foi um espaço, no qual se desenvolverá uma disputa, sobretudo sobre a interpretação do que foram o golpe de Estado de 1964 e a ditadura militar. Há setores militares que ainda mantem a versão de que o golpe foi para “salvar o pais da subversão”, há outros que defendem a teoria de equidistância da democracia entre os que a assaltaram e destruíram e os que resistiram a isso.

A primavera é assim um avanço na conquista de um espaço para o estabelecimento da verdade. Ela continuará até que a verdade seja reconhecida oficialmente e os resultados da Comissão sejam entregues à Justiça. Teremos avançado para superar a anomalia da anistia, que incluiu o crime imprescritível – segundo documentos do direito internacional, assinados pelo próprio Brasil – da tortura. Aí sim, teremos passado a limpo o nosso passado recente e teremos estabelecido critérios que fortalecem e ampliam a democracia no Brasil.

Emir Sader

Música do dia

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Hoje a caminhada foi longa...

O POVO AGRADECE O GOVERNADOR!


Concluído a construção de 91 açudes no projeto taquari e floresta estadual na BR 364, no município de Tarauacá, o povo agradece do governador Tião Viana e diz que estão muito satisfeito com o governo.


Para mim foi de certa forma emocionante por ter acompanhado desde inicio as reivindicações dos moradores e o compromisso do governador. Tudo começou em 2008 numa reunião com o então senador Tião Viana e os produtores na comunidade do Boto.

Na conversa com os produtores, o senado perguntou: Qual a principal necessidade que vocês precisam da minha ajuda? A primeira a se manifestar foi uma mulher. Ela disse-Nós precisamos muito de açudes, O segundo a usa a palavra foi um homem-Nós precisamos da energia. O outro disse- aqui o mais importante é um posto de saúde. O governador respondeu: “Os açudes eu vou botar uma emenda para atender vocês, a luz vou fazer todo esforço para chegar o mais rápido possível”. Agora o posto de Saúde vocês elejam um prefeito que tenha compromisso que ajudo viabilizar os recursos.


A Luz chegou para todos os moradores, os açudes foram construídos. Na reunião que realizamos essa semana os produtores voltaram a cobrar o posto de saúde. A prefeitura nunca atendeu. Aproveito a oportunidade para lembrar a administração do município- para construir o posto de saúde e garantir os insumos necessários para atender a população que sofre muito por falta de atenção de saúde.


domingo, 20 de novembro de 2011

A SEMANA

Após duas semanas sem editar a semana, volto para o compromisso de informar ao leitor ações que estamos realizando em beneficio da população de Tarauacá. Entre as varias reuniões, viagens e decisões tomadas no perído, destaco as três mais importantes. A decisão de lançar mais uma frente de construção de barragens para os moradores do pólo agro florestal, reunião em parceria com a secretaria de floresta e moradores da reserva do mogno e Gregório para assinatura de um termo de cooperação para viabilizar o escoamento da produção e reunião com os moradores do projeto Taquari para avaliar 91 açudes construído pelo governo do estado para os produtores.

A construção de açudes no pólo vai ajudar as famílias assentadas que trabalham na produção de hortaliças e agricultura. Essas famílias agora também vão ter um pequeno açude para criação de peixes e irrigação de hortas. A assinatura do termo de cooperação com as associações da floresta vai colocar dois caminhões para o escoamento da produção. A reunião de avaliação dos açudes construídos no Taquari foi uma festa. Salvo algumas reclamações de seis produtores que alegaram defeito na construção de suas barragens, mas que serão corrigidas. O importante é que 90% dos produtores ficaram felizes e agradecem o governador Tião Viana pelo compromisso honrado. Isso também nos deixa felizes e com disposição para fazer muito mais. Construção de açudes no Projeto Taquari


Reunião com os produtores
Assinatura de termo cooperação para viabilizar o escoamento da produção


Raçado de milho conssorciado com mucuna no pólo agro florestal
Terra aradada pela Seaprof. O milho está embonecando
A luta dos nosso técnicos para deslocar maquinas para atender os produtores

Mulheres de Tarauacá querem união e direitos

Música do dia

sábado, 19 de novembro de 2011

Gontra golpe

Mais de 50 mil egípcios compareceram nesta sexta-feira (18) à praça Tahrir, no Cairo, Egito, para pressionar a Junta Militar, que assumiu o controle do país em fevereiro após a queda do ditador Hosni Mubarak, a promover a transferência do poder para um governo civil.



Milhares protestam contra conselho militar na Praça Tahrir, no Cairo, capital do Egito / Foto: AP

Um documento, que circulou entre membros do atual governo, declara que os militares são os guardiões da “legitimidade constitucional do Egito”, sugerindo que as Forças Armadas poderiam ter a palavra final nas decisões políticas mais importantes do país.


A Irmandade Muçulmana, principal grupo político do Egito, afirma que tal documento reforça a “ditadura” e promete aumentar as manifestações caso o papel não seja arquivado. O protesto, contudo, reúne manifestantes de distintas correntes políticas, que acusam manobras dos governantes militares do país para perpetuar-se no poder.


O Egito realizará eleições parlamentares em 28 de novembro, mas o processo pode ser prejudicado se os partidos políticos e o governo não chegarem a um acordo sobre o anteprojeto constitucional que coloca os militares a salvo de qualquer supervisão parlamentar, potencialmente permitindo que as Forças Armadas desafiem um governo eleito.


Pelo menos 39 partidos e grupos políticos disseram em nota que vão se manifestar para "proteger a democracia e a transferência de poder". Negociações entre os grupos islâmicos e o gabinete foram rompidas.


Na cidade portuária de Alexandria, milhares de pessoas participaram de um protesto semelhante, e pretendiam posteriormente ir em passeata até um quartel. "Fomos exigir mudança, mas tiraram Mubarak, e trouxeram o marechal", gritava a multidão.

Fonte: P Vermelho

Música do dia

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

CHAVES DIZ QUE AMERICA LATINA PRECISA DE LULA

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta sexta-feira (18) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem chamou de "coco pelado" por raspar a barba e a cabeça antes de sofrer as consequências da quimioterapia, "está marcado pela vida e sobreviverá".

Lula e <span class=

Lula e Hugo Chávez rasparam o cabelo e barba devido ao tratamento contra o câncer

"Vi Lula hoje com um novo 'look'. Está como eu, coco pelado, porque está fazendo quimioterapia. Vi sua mulher fazendo sua barba", afirmou Chávez em discurso durante a formação de policiais militares, onde pediu uma salva de palmas para o brasileiro.

"Avante, Lula. Lute contra a adversidade e viva porque te amamos, velho amigo. Precisamos de você para continuar forjando a unidade de nossos povos e a paz da América do Sul", acrescentou.

Após ressaltar que o ex-presidente é um "grande companheiro" e pedir orações para ele e por "esse grande povo irmão" do Brasil, Chávez insistiu que Lula também vencerá o câncer.

No dia 3 de novembro, o líder venezuelano, que anunciou no dia 30 de junho ter superado um tumor cancerígeno, declarou que havia terminado os ciclos de quimioterapia para evitar o ressurgimento da doença em seu organismo.

Chávez também pediu a seus aliados para tomarem cuidado com a "política de assassinato do império", mas descartou que o câncer de Lula possa ter sido causado por alguém.

O venezuelano frisou que "é uma especulação de alguém" que qualificou como uma "coisa muito estranha o que está acontecendo na América Latina com alguns líderes", ao citar a morte do ex-presidente argentino Néstor Kirchner, assim como o câncer da presidente Dilma Rousseff e do presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

Fonte: Efe

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Música do dia

MARMUDE CAMELI EXPULSA POSSEIROS DE SUA FAZENDA

Empresa Marmud Camei expulsa posseiros da sua fazenda são Vicente BR 364 e recomenda a todos os proprietários da região a tomarem a mesma atitude para expulsar todos “os invasores” da Fazenda Paranacre e Floresta estadual.

O senhor Eládio Cameli esquece que os pobres posseiros que ele Chama de Invasores são famílias pobre que foram usadas na campanha eleitoral de 2010 para votar no jovem da Clã, Gladson Cameli.

Se o Cameli calça curta ainda fizessem parte da FPA, a oposição já havia levado o assunto ao Onu, através seu porta voz Peteção. A barbaridade Já havia sido denunciada na página dos entrincheirados oposicionistas, mas como os camelis grãos duros, voltaram para a casa. O conveniente é silencio.